Calor de 40 graus e frio de -4

Vale a pena arriscar a vida para jogar bola?

Porque, convenhamos, Corinthians e Palmeiras estavam em um forno em Presidente Prudente. Amigos meus foram à partida e me disseram que estava absurdamente quente.

“Nossa! Você ficava parado e escorria suor. Eu sou contra ficar de top, sabe, mas não tinha como”, disse Julia, amiga minha que foi ao duelo e cuja família mora em Presidente Prudente.

Hoje, por exemplo, jogaram Barcelona e Rubin Kazan, na Rússia. Para aqueles que não sabem, o Rubin é o atual campeão russo de futebol. A temperatura chegou a ficar -4 graus. Algo impossível para praticar esportes.

Mesmo assim, o treinador Pep Guardiola disse que um time de ponta deve estar preparado para qualquer clima.

É claro, não era ele que ia jogar.

Muitos dizem que pelo salário que os jogadores ganham não importa nada.

Será?

Prefiro levar em consideração não a parte financeira, mas sim a humana. Afinal, todos somos, antes de mais nada, seres humanos.

Um abraço.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Futebol

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s