Cotovelada simbólica

A cotovelada que o Willians, volante do Flamengo, deu no atacante Negueba foi desleal. Afinal, o jogador ia levando um lençol, um chapeu com estilo e acabou devolvendo com violência desnecessária.

Fugindo dos comentários usuais, o que podemos tirar como lição dessa cotovelada?

Quem nunca no serviço deu uma “cotovelada” (assim mesmo, entre aspas) no colega? Acontece em qualquer lugar. Um xingamento, um bate-boca, uma piada sem graça. E quando acontece é digno, sim, de punição. Mas não é motivo para exclusão do funcionário. Cabe ao chefe, punir e exigir, no mínimo desculpas. Assim que as coisas devem ser: com bom senso.

Vamos ao Wikipédia: “Bom senso é um conceito usado na argumentação que é estritamente ligado às noções de sabedoria e de razoabilidade (@adenor_tite que escreveu rs), e que define a capacidade média que uma pessoa possui, ou deveria possuir, de adequar regras e costumes à determinadas realidades, e assim poder fazer bons julgamentos e escolhas.

Quer ver a cotovelada? Imagens da Tv Lance: http://migre.me/4EkEy

Um abraço.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Futebol, Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s