Foi só um murrinho na nuca, professor!

Na partida de ontem entre Corinthians e Linense faltou futebol, sobrou violência.

Os zagueiros do Linense pegaram Liédson o tempo todo e parece que o atacante corintiano Élton, que entrou no lugar de Liédson, apareceu para descontar.

E de maneira vergonhosa. Na tradicional “confusão na área”, Élton deu um murro na nuca do adversário. Nem lembro quem era. O árbitro Marcelo Rogério viu e deu amarelo para os dois jogadores. Não deveria. Cartão amarelo é para coisas menores. Murro na nuca é para expulsão.

Quem também veio do banco de reservas do Corinthians e protagonizou um lance de violência foi Jorge Henrique. Ele escutou uma provocação do jogador do Linense e deu aquela pisada no tornozelo. Mas de leve, aquela que tira a chuteira do adversário.

Mesmo assim, que papelão!

Na Libertadores, o Corinthians vai precisar ficar bem calminho e concentrado para os jogos. O sangue nos olhos que a torcida pede, o grito de “jogar com raça e com o coração” é com a bola no pé! Lutar é para o Anderson Silva, corintianos.

Já imaginou se algo parecido com o “pega, pega” de Geninho para o lateral-esquerdo Roger, em 2003, acontece de novo? Olha aí o que aconteceu:

Seria mais do mesmo em 2012? Não é isso que a fiel quer.

Um abraço.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Corinthians, Futebol

Uma resposta para “Foi só um murrinho na nuca, professor!

  1. O nome disso é intimidação e um pouco de burrice. Mas sou bem mais o knock-out do André Dias pra cima do Van Bommel, hahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s