Dia do Jornalista

Hoje é Dia do Jornalista.

Dia do cara que entrou na faculdade escutando das pessoas que seria o novo William Bonner. Porém descobriu pouco tempo depois que seria qualquer coisa, porque o mercado é que escolhe (se escolher).

Dia do cara que aceita qualquer contrato para trabalhar: PJ, assistente do caralho a quatro, auxiliar da pqp ou freela do Zé Ninguém. Afinal, se não aceitar, não trabalhará e outro aceitará a vaga, porque se não aceitar, outro aceitará o trampo, porque se não aceitar…

Dia do cara que trabalha todos os dias da semana e ainda gosta disso. Afinal, tem glamour e respeito das pessoas. “Ó, vc é jornalista? Da Band? Adoro o Datena, fala pra ele?”

Dia do cara que ganha mal, mas tudo bem. Afinal, “escrever, editar, produzir, entrevistar, diagramar, assessorar, fotografar, publicar, checar e corrigir são tarefas fáceis. R$1000 está de bom tamanho. Se não quiser a vaga, outro quer.”

Dia do cara que está sempre cansado, mas inacreditavelmente feliz. Afinal, tem gente do bem ao seu redor, tão ferrada quanto ele, mas que se diverte o tempo todo com a tragédia. Jornalistas são amigos tão fiéis ao outro ou à empresa, que até quando o barco está afundando a gente trabalha bonito. Que nem um amigo disse: “Somos que nem os músicos do Titanic, lembra?”

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Jornalismo, Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s