O fenômeno CQC

Custe o que Custar. O novo fenômeno da televisão brasileira.

Comandado por Marcelo Tas e recheado por mais seis caras vestidos de preto, o programa tira sarro de tudo e todos. É muito engraçado.

O que mais se destaca são as perguntas que os repórteres fazem para os entrevistados. Não são que nem aquelas feitas aos jogadores de futebol, não. São muito mais apimentadas, irônicas e engraçadas.

Nesta segunda-feira, Felipe Andreoli estava na China e, ao vivo, falava para os chineses dizerem “Tas Gostoso”, “Tas Tesudo”. O pequenino Oscar Filho quebrou o barraco com o Zé do Caixão por causa de uma pergunta sobre o tamanho da unha dele.

E assim vai…

Eu assistia junto com minha família e eram risadas atrás de risadas na sala da minha casa.

Casseta o quê?

O programa de terça-feira, Casseta & Planeta, perdeu a graça depois do CQC. Piadinhas com”eu não sou gay” e “Seu Creyson” não têm mais graça alguma.

Não perca. Sério. Sábado tem reprise às 20h15.

Um aperitivo para você. O quadro TOP FIVE.

Um abraço.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Diversão, Televisão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s